Disputa pelo governo: nesta sexta, na SICTV, repete-se o debate que já decidiu várias eleições

O final de tarde em Rondônia vai ferver, com o debate da SICTV e que será transmitido, simultaneamente, pelas emissoras da Rádio Parecis FM no Estado

Sérgio Pires
Publicada em 22 de setembro de 2022 às 22:14
Disputa pelo governo: nesta sexta, na SICTV, repete-se o debate que já decidiu várias eleições

O que pode acontecer ainda, a dez dias da eleição, para mudar o quadro da disputa pelo Governo de Rondônia? Alguém que tem alguma experiência em campanhas, diria que, numa condição normal, só um fato novo, relevante, gritante, poderia ainda mudar o voto de quem já decidiu e, ainda, cooptar o dos indecisos. Pois este fato novo pode ocorrer nesta sexta-feira, no final da tarde. É praticamente certo que não haverá outra oportunidade como esta, ao menos até o 2 de outubro. Adequando-se à programação nacional, a SICTV/Record promove, a partir das 17 horas e por cerca de duas horas, o mais decisivo dos debates entre os concorrentes que querem ocupar a cadeira de Governador, a partir de janeiro do ano que vem. Mais de uma centena de convidados especiais farão parte do público que acompanhará, no estúdio/auditório da emissora, todo o desenrolar do confronto. Tradicional na mídia rondoniense, o debate da SICTV já foi considerado, pelos próprios participantes, como de vital importância no que trouxeram às urnas, depois que ele foi realizado. Foi nos debates que prefeitos como Mauro Nazif e Hildon Chaves se destacaram, saindo dali para a vitória. Foi neles que Confúcio Moura e Marcos Rocha, apenas para citar alguns exemplos, consolidaram seus nomes para a corrida pelo Palácio Rio Madeira/CPA. Embora haja necessidade de se destacar, também, que debates promovidos por outras emissoras (como Band, SBT e RedeTV!) tenham importância no contexto da disputa, é nesta iniciativa da SICTV, até pela história que tem representado há anos, que se concentram as atenções dos telespectadores/eleitores.

Desde meados desta semana, todos os candidatos começaram a se preparar para o encontro. Munindo-se de informações, números, fortalezas e fraquezas dos seus adversários, treinam para o grande evento. Marcos Rocha o faz para tentar consolidar sua posição de liderança nas pesquisas, querendo vencer o pleito no primeiro turno. Já Marcos Rogério quer aproveitar o evento para demonstrar ao rondoniense que é ele o melhor nome para governar. A mesma intenção tem Léo Moraes, que sonha em chegar no segundo turno. Ambos, Rogério e Léo, vão disputar por qual dos dois se colocará como maior adversário de Rocha. O quarto nome, Daniel Pereira, vem para o debate com sua experiência nas tribunas políticas e representando os partidos de esquerda, representados pelo candidato Lula, à presidência da República. O quinto elemento é Pimenta de Rondônia, do PSOL, que sempre vai bem nos debates, mas não consegue transformar em votos suas participações. O Comendador Valcleir Queiroz não está confirmado no debate. Ele não teve sua candidatura autorizada pelo TRE e seus recursos até agora foram recusados pela Corte. O final de tarde em Rondônia vai ferver, com o debate da SICTV e que será transmitido, simultaneamente, pelas emissoras da Rádio Parecis FM no Estado.

ESTADO E CAPITAL: O ELEITORADO FEMININO JÁ É MAIORIA, COMO O É EM TODAS AS REGIÕES

Começa a mobilização para a eleição. O TRE ultima as questões preparatórias, incluindo-se testes com urnas e preparação dos locais de votação. Neste ano, 1 milhão 230 mil e 987 rondonienses estão aptos a comparecerem às urnas, dois por cento a mais do que a eleição anterior. O eleitorado masculino, seguindo o mesmo que está acontecendo em várias regiões do país, perdeu a maioria no Estado. Elas já são 629.438 e eles 601.549, representando 4,6 por cento a mais que o total de homens e, em números absolutos, elas são 27.889 a mais. São, dos quase 1 milhão e 200 mil pessoas aptas a votar, 51 por cento de mulheres e 49 por cento de homens. O eleitorado feminino em Porto Velho também supera o masculino, mas daí com percentual bem maior. Os números oficiais do TRE apontam que a Capital tem 183.756 eleitoras e 166.820 eleitores. Ou seja, do total de 350.576 eleitores registrados, há 16.936, 10 por cento a mais de mulheres. Na região norte, a maioria dos Estados também tem mais mulheres. No Amazonas, dos mais de 2 milhões e 320 mil eleitores, também 51,5 por cento são do sexo feminino. Elas são maioria, há muitas candIdatas mulheres, mas fica a pergunta: elas votarão em mulheres ou continuarão, em grande maioria, preferindo dar seu voto aos homens?

GOLPE CONTRA ICMS, COM DANOS DE 25 MILHÕES AOS COFRES PÚBLICOS, PÕE MAIS GENTE NA CADEIA

Desde 2015 as autoridades do fisco, junto com Ministério Público e polícia civil investigação uma organização especializada em sonegação de ICMS, principalmente falsificando compras, em nome de empresas fantasmas, da área de Livre Comércio de Guajará Mirim. Basicamente os produtos eram comprados com isenção de tributos naquela cidade da fronteira e depois e revendidos pelo preço do mercado local, gerando grande lucro para os envolvidos e prejuízos avaliados, até agora, em 25 milhões de reais, contra o fisco rondoniense. Sete anos depois dos primeiros levantamentos, nova operação, realizada nesta quinta, comandada pelo Ministério Público (à frente da ação, o promotor Átila Sales), com a participação de dezenas de policiais e agentes do Fisco, prendeu pelo menos quatro líderes da quadrilha, além de apreender, por decisão da Justiça, vários carros, lanchas, joias e muita mercadoria estocada.  O caso ainda está ampliando as investigações e o longo braço da lei pode atingir muito mais gente, em breve.

CANDIDATURAS À CÂMARA FEDERAL: NOMES CONHECIDOS NA BATALHA PELO VOTO DO RONDONIENSE

A disputa pelas vagas à Câmara Federal continua acirradíssima. Há dezenas de bons nomes para apenas oito vagas, a começar por alguns que concorrem à reeleição, como Lúcio Mosquini, Silvia Cristina e Expedito Netto, entre outros. Em Porto Velho, crescem candidaturas como as de Fernando Máximo, Cristiane Lopes e Breno Mendes. Mas, também se destaca, com adesões cada vez maiores, a campanha do atual vice-prefeito, Maurício Carvalho, com o apoio de vários grupos e, claro, do seu companheiro de Prefeitura, Hildon Chaves. Mas tem mais gente. O agora secretário da Fazenda, Evandro Padovani, é um deles. Depois de percorrer várias regiões do Estado, ele concentrou sua campanha na Capital, trazendo suas propostas em defesa da agricultura. Outra candidatura de peso é a do empresário e ex-deputado estadual, Tiziu Jidalias. A partir de Ariquemes, ele tem percorrido todas as regiões do Estado e tem sentido um grande apoio, por onde passa. Nesta semana o Tiziu percorreu os municípios de Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Distrito de Jacy Paraná e União Bandeirantes, onde participou de diversas reuniões com lideranças políticas e comunitárias, além de caminhadas pelas ruas e bairros. Todos estes rondonienses têm história e boas chances de chegar ao Congresso. O eleitor fará sua escolha.

JAQUELINE É SABATINADA PELOS DINOSSAUROS E FALA DE SEUS PLANOS PARA O SENADO

Depois dos candidatos ao Governo, os que guerreiam pela única vaga ao Senado. Começou nesta quinta, com Jaqueline Cassol, a série de sabatinas com os postulantes ao cargo, no programa de maior audiência do rádio rondoniense, o Papo de Redação, na Parecis FM, em rede estadual. Durante 30 minutos, a candidata do PP respondeu perguntas dos Dinossauros Everton Leoni, Jorge Peixoto e Sérgio Pires, dizendo dos motivos pelos quais considera que é a melhor opção ao eleitorado, como, aliás, certamente vão dizer todos os demais concorrentes que passarão pelo programa. Jaqueline abordou vários temas, destacou suas ações como deputada federal, reafirmou seu apoio ao presidente Bolsonaro e criticou o que chamou de “covardia do Senado” não confrontar medidas que alguns ministros do STF têm tomado, fora das suas atribuições. Temas como a BR 319 e a duplicação da BR 364 também foram abordados pela candidata, que destacou que tem o que chamou de “melhor cabo eleitoral de Rondônia”, ao se referir ao seu irmão, o ex-governador e ex-senador Ivo Cassol. Lembrou o apoio de toda a família, sublinhando o nome de outro irmão, o grande empresário César Cassol. Nesta sexta, a entrevistada será a candidata ao Senado pelo Agir, a advogada Rosângela Lázaro.

SENADOR E DEPUTADO PEDEM IMPEACHMENT DE MORAES. NÃO VAI DAR EM NADA...

Por falar em Senado, a quinta-feira trouxe uma novidade sobre a questão dos ministros do STF e, principalmente, do ministro Alexandre de Moraes, hoje tido como o mais poderoso da Corte e, em praticamente todas as suas decisões, contrariando medidas do atual governo. O senador gaúcho Lasier Martins e o deputado mato-grossense José Medeiros, apresentaram, nesta quinta, dois pedidos de impeachment contra Moraes. O motivo, dessa vez, seria o fato do ministro do Supremo ter autorizado uma operação contra empresários que estariam defendendo um golpe de Estado, caso Bolsonaro não fosse eleito. Os parlamentares dizem que Moraes cometeu crime de responsabilidade e abuso de autoridade ao ordenar que a Polícia Federal cumprisse mandados de busca e apreensão, bloqueasse perfis nas redes sociais e quebrasse o sigilo bancário dos empresários. Os dois se queixam de que o ministro autorizou a operação tendo, segundo eles, como única base matérias jornalísticas e sem pedir a manifestação da Procuradoria-Geral da República. A chance de que o assunto ande no Congresso é perto do zero. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, tem engavetado todos os pedidos de impeachment contra ministros do STF. Um deles, aliás, com mais de 2 milhões de assinaturas, dorme nas gavetas da Câmara Alta há mais de dois anos.

DEMOCRACIA EM ALTA COM INICIATIVA DA FIERO EM PROPOR DIÁLOGO DOS CANDIDATOS COM O EMPRESARIADO

Foi um grande evento, com tons fortes de democracia, onde todos os candidatos tiveram o mesmo tempo para apresentar suas propostas a um público selete e importante. A iniciativa da Federação das Indústrias de Rondônia – Fiero – de reunir os candidatos ao Senado (na segunda-feira) e ao Governo (na quarta), serviu para que os representantes do mundo empresarial e autoridades convidadas pudessem ouvir a explanação de cada um dos postulantes, principalmente em temas relacionados com a economia e com o desenvolvimento empresarial. No primeiro dia do diálogo proposto pela Fiero com os candidatos, foi a vez dos concorrentes ao Senado. Participaram Jaqueline Cassol, Expedito Junior, Acir Gurgacz, Rosângela Lázaro e Pastor Josinélio. Mariana Carvalho e Jaime Bagattoli não estiveram no encontro por terem agendas repletas, confirmadas bem antes do evento desta semana. Já na quarta, a única e importante ausência foi a do governador Marcos Rocha, que, em visita à Fiero no dia anterior, lamentando que já tinha compromisso agendado. Participaram os candidatos Marcos Rogério, Léo Moraes, Daniel Pereira, Pimenta de Rondônia e  Comendador Queiroz. Ao final dos encontros, o presidente Marcelo Thomé afirmou que “reforçamos que esta casa está sempre de portas abertas, para dialogar sobre os melhores caminhos para tornar o ambiente favorável ao setor industrial e sobre a agenda do desenvolvimento econômico do Estado”. disse.

REPÚDIO AO ATAQUE EIVADO DE PRECONCEITO CONTRA LOJA MAÇÔNICA DE VILHENA

Um ataque covarde, eivado de preconceito religioso, preocupou a Maçonaria rondoniense nesta semana. O caso aconteceu em Vilhena, na Loja Maçônica da cidade, uma das mais antigas e tradicionais de Rondônia. Não se sabe ainda se foi apenas um criminoso solitário o responsável por um ato grave de vandalismo, destruindo parte do patrimônio da Loja e atacando símbolos religiosos, inclusive rasgando e queimando uma Bíblia, entre outros atos que merecem o repúdio da sociedade como um todo. O repúdio, aliás, sintetizou uma nota emitida pela Maçonaria e assinada pelo Grão Mestre estadual, Roberto Scalercio Pires. Além de pedir ampla investigação e a punição dos responsáveis pelo ataque sem nexo, Pires que “os atos praticados”, segundo ele, “visaram tão somente destruir o patrimônio da Loja, caracterizando intolerância contra a instituição maçônica”, que, lembra o Grão Mestre, “é essencialmente iniciática, filosófica, progressista e evolucionista, cujos fins supremos são: Liberdade, Igualdade, Fraternidade”. Em sua Constituição, acentua, “o sectarismo político, religioso e racial são incompatíveis com a universidade do espírito maçônico”. A polícia de Vilhena já teria pelo menos um suspeito de ter praticado o crime.

PERGUNTINHA

Você acha que a queda forte na inflação, nos últimos três meses, já chegou aos preços dos alimentos nos supermercados?

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook