Governo marca reunião com o Sintero para apresentar proposta aos trabalhadores em educação

A apresentação de uma proposta foi solicitada pela presidente do Sintero diretamente ao governador Confúcio Moura em reunião realizada sábado, em Ariquemes, em um encontro intermediado pelo deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT).

Autor: Assessoria de Imprensa - Sintero
Publicada em 12 de março de 2018 às 15:58

Porto Velho, Rondônia - A Diretoria do Sintero recebeu na manhã desta segunda-feira, dia 12/03, ofício número 1.413/2018 da Casa Civil do governo do estado, convidando o sindicato para uma reunião amanhã, dia 13, às 11 horas da manhã, com a finalidade de apresentar uma proposta de atendimento das reivindicações dos trabalhadores em educação.

A apresentação de uma proposta foi solicitada pela presidente do Sintero diretamente ao governador Confúcio Moura em reunião realizada sábado, em Ariquemes, em um encontro intermediado pelo deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT).

Também já está marcada para quarta-feira, dia 14/03, uma reunião na Assembleia Legislativa, convocada pela Comissão de Educação, com a participação dos integrantes da MENP – Mesa de Negociação Permanente, para discussão da situação da educação no Estado.

Ainda nesse período o Sintero, através da assessoria jurídica, requereu na Justiça que seja marcada uma audiência de conciliação. 

Com a previsão de obter uma proposta do governo e com o conteúdo da reunião na Assembleia Legislativa, o Sintero já marcou para quinta-feira, dia 15/03, às 9 horas da manhã, uma assembleia geral estadual dos trabalhadores em educação, simultaneamente em todas as Regionais, quando a categoria vai analisar os resultados e deliberar acerca do movimento.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, disse esperar do governo uma proposta satisfatória, pois os trabalhadores em educação acumulam grandes perdas salariais desde o início do primeiro mandado do governador Confúcio Moura.

“Deixamos bem claro ao governo que a decisão de aceitar ou rejeitar a proposta será da categoria, em assembleia, instância legítima para a deliberação”, disse.

Comentários

  • 1
    image
    Maria das graças 13/03/2018

     Antes do ivo caçote e este atual que nem o nome gosto de escrever/nem pronuciar, nós os servidores públicos tínhamos uma data base para reajustes de salários ou reposição, acabaram e tds ficaram caladinhos, o sintero e a saúde se manifestam qto aos outros com certeza ganham muito bem porque não param😮e estão querendo o que? Parem, vão pra rua😄😄ou são daqueles que falam "não gosto de greve", mas gostam de 💰💰💰? Vão a luta! Hoje só na briga e no gritoooo👍👍😄😄

  • 2
    image
    andrade 12/03/2018

    e os outros funcionarios nao vao ter aumento nao ou é greve geral

  • 3
    image
    Pedro 12/03/2018

    Parabéns ao Sintero e aos funcionários da educação pela mobilização. E os outros sindicatos que estão fazendo?

  • 4
    image
    Jota 12/03/2018

    salario de professor nesse país chamado Brasil é uma vergonha! Eu moro em uma cidade pequena, um vereador analfabeto ganha 4.000,00 um professor nível superior ganha 3.000,00 quando será que vamos chegar a ser um país de primeiro mundo desse jeito ķkkkkkkkkk

  • 5
    image
    Pedro 12/03/2018

    Parabéns ao Sintero pela mobilização.E os outros sindicatos o que estão dazendo

Envie seu Comentário

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook