Prefeito Hildon Chaves entrega três ambulâncias ao SAMU

Agora são nove veículos para atender o Município, cinco repassadas pelo Ministério da Saúde e quatro adquiridas com recursos da Prefeitura.

Comdecom
Publicada em 13 de setembro de 2018 às 13:45

Com as três novas ambulâncias que o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, entregou ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), na manhã desta quarta-feira, 12, o SAMU contará, a partir de agora, com uma frota renovada de sete veículos. A secretaria de Saúde, Eliana Pasini, participou da solenidade de entrega.

Ao assumir a administração municipal, em janeiro de 2017, o prefeito se deparou com apenas três ambulâncias no SAMU, que funcionavam em estado precário e por isso foram desativadas. Diante do quadro, a primeira medida adotada por ele foi comprar, com recursos do Município, quatro novos veículos (ambulâncias).

Outra iniciativa de Hildon Chaves foi resolver as pendências deixadas por gestões anteriores, que vinham impedindo o Município de receber ambulâncias do Ministério da Saúde (MS) há cinco anos.

“Foram realizadas baixas em multas e veículos que estavam parados, sem condições de rodar, mas que constavam ativos perante o MS, só depois disso conseguimos atender os critérios exigidos pelo Ministério”, lembrou o prefeito

Sanada essa questão, o Ministério da Saúde repassou, em maio deste ano, duas ambulâncias à Prefeitura, e agora, com a entrega das três, totalizam cinco. Somadas as quatro adquiridas com os recursos do Município, a capital conta atualmente com nove ambulâncias.

Três desses veículos serão repassados aos distritos – uma delas vai para Jaci Paraná, e a ambulância que se encontra nessa localidade será remanejada para Nova Califórnia, e a terceira vai para Vista Alegre, segundo explicou a secretária Eliana Pasini.

As outras sete permanecerão no Samu – seis dessas unidades têm suporte básico e uma é de atendimento avançado. “Com essas aquisições, a nossa administração amplia o serviço de urgência em Porto Velho e atinge o percentual de cobertura preconizado pelo MS de ambulâncias em relação a média populacional”, comemorou o prefeito.

A gerente do Samu em Porto Velho, Marta Cavalcante, explicou que a central de regulação de urgência e emergência recebe uma média de 1250 chamados mensais.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook