Prefeitura vacinou 1200 profissionais da saúde que estão na linha de frente

Unidades hospitalares da rede municipal e estadual já foram contempladas

Superintendência Municipal de Comunicação - SMC
Publicada em 22 de janeiro de 2021 às 14:49
Prefeitura vacinou 1200 profissionais da saúde que estão na linha de frente

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) continua o trabalho de vacinação contra a Covid-19 dos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate a pandemia do coronavírus. Na quinta-feira (21), a equipe de vacinadores itinerantes realizou a imunização no Hospital de Campanha do Governo do Estado, Laboratório Central de Rondônia (Lacen), Policlínica Ana Adelaide e Centro de informações estratégicas em vigilância em saúde (CIEVS). Ao todo, 551 servidores do público-alvo foram imunizados.

O trabalho de imunização contra a Covid-19 em servidores que estão na linha de frente começou na última terça-feira (19), onde a Semusa vacinou cerca de 150 profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Na quarta-feira (20) foi a vez das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Sul e Leste receberem o imunizante.

Somando os oito estabelecimentos de saúde da rede municipal e estadual, a Semusa vacinou em três dias 1200 profissionais de saúde que atuam no contato direto de pacientes com coronavírus.

Nesta sexta-feira (22), os vacinadores estão no Laboratório Central do município, responsável pela coleta e transporte do material para exames, e na Unidade de Saúde Manoel Amorim de Matos, ambulatório de atendimento aos pacientes com Covid-19. A previsão da Semusa é vacinar 130 profissionais nas duas unidades.

Cronograma de Vacinação

Devido à quantidade de doses da vacina recebidas pelo Ministério da Saúde (MS) não ser suficiente para todos os profissionais de saúde, primeiramente estão sendo contemplados aqueles de atendem pacientes com Covid-19, conforme recomendação do MS.

Nesse sentido, a Semusa encaminhou, antes mesmo da chegada da vacina, documento solicitando de todas as unidades hospitalares públicas (municipais, estaduais e federais) e privadas o envio de uma relação nominal dos profissionais de saúde que atendem ao critério citado, inclusive com número do CPF, Cartão do SUS e função executada na unidade em que trabalha.

O objetivo da Semusa é dar transparência no processo de vacinação, evitando que pessoas fora do público-alvo seja imunizado. Essas relações nominais de cada unidade estão sendo enviada para o Ministério Público que acompanha de perto o processo de vacinação.

O cronograma para imunização desse público seguirá a ordem de recebimento das listas na Semusa. A data e local das vacinações será informada antecipadamente às unidades solicitantes com 24h de antecedência.

Nos próximos dias serão imunizados os profissionais de saúde que atuam na linha de frente do Hospital do Amor, Policlínica José Adelino, Hospital de Campanha Cero, na Zona Leste, Hospital Cemetron entre outros.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Marcos Britto 23/01/2021

    A verdade é que, é um absurdo quardar vacinas para a 2* dose,pois as vacinas estão chegando é pose-se vacina de 14 à 28 dias,pois está sendo vacinado apenas 5% de todos os funcionários dos hospitais como João Paulo, hospital de Base,CEMETRON, FHEMERON , os que estão na linha de frente está sendo segurado por nós,com amor,respeito,ética,sejam mais sensatos e vacinem todos os funcionários da SAÚDE 🙏

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook