STF censura revista que citou nome do presidente da Corte sobre email de Odebrecht  referente hidrelétricas do Madeira

Odebrecht explicou à PF que a mensagem se referia à tratativas que o então diretor jurídico da empreiteira , Adriano Maia, tinha com a AGU sobre temas envolvendo as hidrelétrica do Rio Madeira, em Rondônia.

Tudorondonia
Publicada em 16 de abril de 2019 às 00:04
STF censura revista que citou nome do presidente da Corte sobre email de Odebrecht  referente hidrelétricas do Madeira

O Supremo Tribunal Federal censurou e aplicou multa de R$ 100 mil à revista Crusoé, do site O Antagonista. O STF considerou descumprida a decisão de tirar reportagem do ar sobre menção ao presidente da Corte , Dias Toffoli, pelo empreiteiro e delator Marcelo Odebrecht. As informações são da Folha de São Paulo.

A ordem de exclusão da matéria é do ministro Alexandre de Moraes. Colega de Dias Toffoli, o ministro considerou que a revista publicou fake News. Mas a Folha de São Paulo teve acesso ao documento, autêntico, assinado por um advogado de Odebrecht. Não é fake news.

Incluído nos autos, o documento foi retirado após a reportagem da Crusoé citando o ministro Dias Toffoli.

Segundo a Folha de São Paulo, Marcelo Odebrecht enviou à Polícia Federal, no âmbito de uma das operações da Lava Jato do Paraná, esclarecimentos sobre menções à tratativas encontradas em seu email.

Uma das menções, de acordo com o delator, era a Toffoli, que na época, julho de 2007, era advogado geral da União no Governo Lula.

O email enviado por Odebrech dizia: “Afinal vocês fecharam com o amigo do amigo de meu pai ?”.

Odebrecht explicou à PF que a mensagem se referia à tratativas que o então diretor jurídico da empreiteira , Adriano Maia, tinha com a AGU sobre temas envolvendo as hidrelétrica do Rio Madeira, em Rondônia.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    L James 17/04/2019

    Ué! E o professor Lazarento não vai dizer nada não??? Segundo ele o ditador era o presidente Bolsonaro, mas parece que o tiro saiu pela culatra! A imprensa e o cidadão comum está sofrendo censura justamento do suposto "guardião" dos direitos e das liberdades. Esse é o STF formado em sua grande maioria nos governos do PT, por ministros petistas. E agora professor Nazareno quem é o ditador???? O presidente Bolsonaro ou STF que o PT indicou e está censurando a imprensa e as pessoas???? O covardão do "professor" parece que se acovardou agora!.

  • 2
    image
    Bento Arruda 16/04/2019

    TUDO NORMAL, AUTORIDADES MAXIMAS PROTEGENDO AUTORIDADES MAXIMAS, É O NOSSO BRASIL DE TODOS OS TEMPOS DESDE SEU DESCOBRIMENTO, ACHO QUE NÃO VAI DAR EM NADA MESMO, MAS ELES DEVIAM SER DILIGENTES ASSIM COM O CIDADÃO COMUM TAMBÉM, AQUELE QUE PAGA IMPOSTOS etc. etc, etc..........

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook