Tribunal de Justiça lança o prêmio Judiciário Rondoniense de Comunicação

A iniciativa reconhece a colaboração dos profissionais da imprensa para difundir o Poder Judiciário

Assessoria da Comunicação Institucional
Publicada em 18 de setembro de 2023 às 17:16
Tribunal de Justiça lança o prêmio Judiciário Rondoniense de Comunicação

Reconhecer a importância do papel da comunicação na difusão de direitos e garantias constitucionais é o principal intuito do Tribunal de Justiça de Rondônia ao criar o Prêmio Judiciário Rondoniense de Comunicação, voltado para jornalistas, fotojornalistas e estudantes de jornalismo e direito. O lançamento do prêmio será segunda, 18 de setembro, às 19h, no auditório do edifício-sede do TJRO, onde logo em seguida ocorrerá um curso da formação com a finalidade de ampliar os conhecimentos dos profissionais da comunicação que, em razão das peculiaridades do sistema de Justiça, complexidade de sua composição e especificidade da linguagem, precisam buscar meios para traduzir e simplificar o segmento para a sociedade.

A arte mostra uma mapa de Rondônia colorido com riscado em verda e informações sobre o evento. Em baixo um traçado indígena em marron.“Vamos premiar os profissionais que mais se destacaram ao divulgar temas relevantes para a sociedade sobre o Poder Judiciário. Os trabalhos devem ser inscritos até 30 de outubro para a análise da comissão julgadora. O resultado será divulgado em novembro”, destacou o presidente do TJRO, Marcos Alaor Diniz Grangeia, que ressaltou a importância do curso, um pré-requisito para a participação no prêmio.

A premiação será para 4 categorias: a audiovisual, voltada para reportagens em vídeo ou áudio exibidas em TV, rádio, redes sociais e plataformas;  a categoria  escrita e multimídia, para as matérias veiculadas jornal impresso, revista, site ou blogs de notícias, desde que estruturada por meio das características do webjornalismo (hipertextualidade, interatividade, instantaneidade e multimidialidade); e a categoria novas mídias e redes digitais, para conteúdos jornalísticos e/ou informativos (lives, séries, programas, vídeos, podcasts e fotografias) publicados/veiculados em canais de plataformas digitais de áudio ou vídeo, como o Youtube, Spotify, Instagram, Facebook, Deezer, entre outros similares.

Outra preocupação do prêmio se reflete na categoria acadêmico, que será conferido a trabalhos produzidos por acadêmicos de jornalismo e direito, não sendo aceitos artigos com conteúdo exclusivamente jurídico, sendo obrigatória a interface interdisciplinar (Direito e Comunicação). “Valorizamos a formação e a reflexão sobre o exercício da profissão, por isso queremos também incentivar os estudantes a produzirem bons materiais sobre o judiciário, assim terão oportunidade de se aperfeiçoarem numa área de grande interesse social”, destacou Ana Lídia Daibes, coordenadora de Comunicação do TJRO.

O regulamento será apresentado durante o evento, assim como os valores fixados para os vencedores das categorias. Um hotsite contendo todas as informações do prêmio será divulgado para que os interessados se informem e inscrevam seus trabalhos dentro da própria plataforma.

Já o curso será ministrado pelos juiz auxiliar da presidência Guilherme Baldan, responsável pela comunicação institucional do TJRO e dos jornalistas da instituição, que além de dar um panorama sobre o Judiciário, trarão cases concretos sobre a cobertura jornalística do Judiciário. A formação terá ainda aproveitamento de horas para acadêmicos com certificação pela Emeron.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook