Candeias do Jamari terá eleição suplementar em junho após instabilidade política

Desde novembro de 2023, Aussemir Almeida, anterior presidente da Câmara de Vereadores, tem ocupado o cargo de prefeito interinamente

Tudorondonia/Foto: Diêgo Holanda/G1
Publicada em 21 de fevereiro de 2024 às 15:44
Candeias do Jamari terá eleição suplementar em junho após instabilidade política

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) determinou a realização de uma eleição suplementar direta em Candeias do Jamari, prevista para 9 de junho, marcando um novo capítulo na tumultuada trajetória política do município, que viu a alternância de seis prefeitos em apenas sete anos.

Esta decisão visa estabilizar a administração municipal após um período de intensas mudanças e controvérsias legais envolvendo a cassação de mandatos do último prefeito eleito e seu vice.

Desde novembro de 2023, Aussemir Almeida, anterior presidente da Câmara de Vereadores, tem ocupado o cargo de prefeito interinamente.

A Câmara Municipal inicialmente advogou pela realização de uma eleição indireta, onde os vereadores escolheriam o próximo prefeito, chegando até a aprovar uma resolução para tal.

No entanto, a Justiça de Rondônia interveio com uma decisão liminar que suspendeu essa modalidade de eleição.

A controvérsia girou em torno da metodologia de escolha do próximo prefeito, levando o Partido Liberal (PL) a solicitar uma definição do TRE-RO sobre a questão.

Optando por uma abordagem mais democrática, o tribunal decidiu por eleições diretas, permitindo que a população do município escolha seu líder diretamente.

A decisão do TRE-RO vem em resposta a uma série de eventos que testemunharam a rápida sucessão de prefeitos em Candeias do Jamari, refletindo uma instabilidade política que gerou descontentamento e protestos entre os moradores.

A indignação pública culminou em manifestações em que lixo foi depositado em frente à Câmara Municipal, simbolizando a frustração com a falta de serviços básicos e a constante turbulência política.

A cronologia de mudanças de prefeitos, incluindo mandatos extremamente curtos de alguns deles, destacou a urgência de restaurar a ordem e a governança eficaz no município.

Com a eleição suplementar de junho, Candeias do Jamari tem a oportunidade de virar a página e buscar uma gestão municipal estável que possa atender às necessidades de seus cidadãos.

A Procuradoria da Câmara Municipal já sinalizou intenções de recorrer da decisão, indicando que a discussão sobre o futuro político de Candeias do Jamari pode continuar.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook