Cirone Deiró lamenta assassinato de agricultor e pede patrulha rural para Cacoal

Deputado pediu ainda a ampliação no número de investigadores, para combater crimes no meio rural.

Eranildo Costa Luna - DECOM/ALE/Foto: José Hilde
Publicada em 13 de março de 2019 às 15:47
Cirone Deiró lamenta assassinato de agricultor e pede patrulha rural para Cacoal

(13), para reforçar o pedido, junto à Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), para a implantação de uma patrulha rural para Rondônia, especialmente no município de Cacoal. 

"Já estive, acompanhado do deputado Adailton Fúria (PSD), com o secretário da Sesdec, Hélio Cysneiros Pachá, solicitando essa medida. Precisamos que a PM ache meios de implantar uma patrulha rural. As pessoas estão acuadas, com medo de saírem de suas casas, pela ação dos bandidos", observou. 

Cirone relatou que, na noite desta terça-feira (12), um produtor rural da Linha E, de uma família pioneira, foi assassinado durante assalto em sua propriedade. "Mesmo ele não tendo reagido, foi alvejado com um disparo no abdômen, e, infelizmente, veio a óbito. Meus sentimentos à família do senhor Geraldo Bruneli, na linha E, em Cacoal", lamentou. 

O parlamentar sugeriu ainda que o Governo aumente o contingente de policiais civis, na equipe de investigação, que hoje está defasada. "Que se encaminhe para Cacoal policias da Capital e de outras cidades, para ampliar a capacidade de investigação, que apure inclusive essa onda crescente de crimes no meio rural", completou. 

Cirone Deiró comentou ainda sobre o fechamento, no ano passado, da unidade prisional de Espigão do Oeste, levando as famílias dos apenados a terem que se deslocar até Rolim de Moura, Pimenta Bueno ou Cacoal. 

"Em Espigão do Oeste, tinha uma APAC, que oferecia trabalho aos apenados, para a remissão de penas, e eles estavam próximos de suas famílias, cumprindo a sua pena", finalizou.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook