Justiça intima prefeito para explicar doação feita por beneficiário de auxílio emergencial em Vilhena

Eduardo Japonês também terá que contestar omissão de gastos com Facebook.

Extra de Rondônia
Publicada em 12 de janeiro de 2021 às 16:58
Justiça intima prefeito para explicar doação feita por beneficiário de auxílio emergencial em Vilhena

Prefeito Eduardo Japonês / Foto: Divulgação

A Justiça Eleitoral intimou o prefeito Eduardo Japonês (PV), para explicar algumas irregularidades detectadas em sua prestação de contas da campanha eleitoral de 2020, onde foi reeleito ao cargo no município de Vilhena.

A análise, assinada pelo analista técnico Renato Furlan em 03 de janeiro deste ano, constatou irregularidade em doação recebida por beneficiário de auxílio emergencial no valor R$ 8 mil, o que, segundo a Justiça, pode indicar ausência de capacidade econômica para fazer a tal doação.

“Mediante a integração do módulo de análise do SPCE e da base de dados CADÚNICO, realizado em 21/12/2020, foi identificado o recebimento DIRETO de doação financeira realizada por pessoa física inscrita em programas sociais do governo, o que pode indicar ausência de capacidade econômica para fazer a doação. Além disso, referente a mesma doação, também por integração do módulo de análise do SPCE e da base de dados MACIÇA/CNIS/RAIS, realizado em 21/12/2020, foi identificado que a pessoa física doadora possui renda formal incompatível com a doação realizada, o que pode indicar ausência de capacidade econômica para realizar a doação”, explica o relatório.

Outra irregularidade detecta é com relação ao indicativo de omissão dos gastos de campanha com o Facebook nos valores de R$ 2.432,05 e R$ 2.589,92.

“Na prestação de contas do candidato existe o registro de apenas uma despesa com o Facebook, acobertadas por boleto, no valor de R$ 5.000,00, paga em 15/10/2020. Por não existir correspondência entre os valores pagos e os discriminados nas notas fiscais necessário se faz a justificativa da ocorrência descrita”, pontua a análise técnica.

A reportagem do Extra de Rondônia tentou ouvir e enviou mensagem à assessoria do prefeito, mas não se manifestou até a publicação da matéria.

Análise técnica apontou irregularidades na prestação de contas de campanha / Foto: Divulgação

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook