RONDÔNIA: A POLÍCIA, A POLÍTICA E O CORONEL...

A forma como o governador trata a PM mostra claramente por que ele nunca foi escolhido para comandar nenhum batalhão... Tenho dito!!!

Francisco Xavier Gomes
Publicada em 24 de maio de 2021 às 11:51
RONDÔNIA: A POLÍCIA, A POLÍTICA E O CORONEL...

A Polícia Militar de Rondônia certamente não será a mesma, depois do mandato do atual governador do estado. Esta situação se fundamenta no fato de que o coronel Marcos Rocha tem tratado de forma muito negligente uma das principais policias militares do Brasil. É muito estranho que o governador tenha adotado essa conduta, porque ele teve total apoio dos policiais militares no segundo turno da eleição em 2018 e até este momento. Basta observar que, durante o mandato do coronel, pelo menos até este momento, não houve nenhuma mobilização da categoria, no sentido de fazer protestos ou greve dos familiares de policiais. Entretanto, a conduta adotada pelo governador em relação aos colegas de farda é totalmente hostil, principalmente com relação às promessas, não cumpridas, que fez à corporação, após ser empossado...

Inicialmente, é preciso registrar que a Polícia Militar de Rondônia possui em suas fileiras uma quantidade incontável e inegável de profissionais tecnicamente qualificados. Primeiro, porque a PM de Rondônia tem um número muito significativo de policiais com formação universitária, em todos os segmentos da corporação. O número de praças com formação superior, com certeza, é de fazer inveja para qualquer outro estado. Isto não significa, porém, que os policiais sem formação universitária não possuem qualidade. Claro que possuem!! Tanto que o atendimento à população é de excelência. Além deste fator, são raríssimas as vezes, na História de Rondônia, em que algum membro da Polícia Militar foi envolvido em alguma coisa errada. Quando aconteceu, nada tinha a ver com a instituição. Em muitos outros estados, infelizmente, o envolvimento de policiais com o crime acontece com certa frequência. Em Rondônia, podemos dizer, com orgulho, que temos uma PM honrada!!

Por estas e outras razões, a Polícia Militar de Rondônia precisa ser tratada com respeito pelo governador. O coronel Marcos Rocha precisa acordar e perceber que respeitar seus colegas de farda é o mínimo que ele deve fazer, para retribuir o excelente trabalho prestado pela PM de Rondônia. Para citar especificamente um dos problemas que o coronel-governador tem com a PM, desde sua posse, prometeu melhorar a situação salarial dos policiais e até hoje não cumpriu. Pelas informações que temos, diversas matérias tramitaram na Assembleia Legislativa do estado com a finalidade de oferecer aos policiais militares o reconhecimento salarial que eles merecem. Segundo assessores da presidência da ALE, todas as informações técnicas sobre dados estatísticos foram encaminhados pela PM aos deputados, com a finalidade de atender a justa reivindicação. Inclusive foram feitos estudos sobre os limites legais, em função da pandemia, e ficou claro que não há nenhum impedimento para que os ajustes salariais prometidos pelo coronel fossem feitos. Até mesmo  planilhas técnicas com todos os cálculos foram feitas pela PM e pelos deputados. Depois de tudo isso, Marcos Rocha simplesmente fechou as portas para a PM e está, há meses, sem conversar com seus irmãos de farda. Quando foi candidato a governador, o coronel não conhecia muito bem o endereço do Mercado do Km 01, em Porto-Velho; quando deixar o cargo, ele terá dificuldade para lembrar os endereços dos quartéis da PM, porque raramente aparece nesses lugares.

A hostilidade com que Marcos Rocha trata a PM é tão grande que recentemente ele tentou mudar a legislação estadual, para colocar um militar da reserva como Comandante Geral da PM. Essa conduta do governador revela total desrespeito aos militares da ativa. É como se ele estivesse dizendo que não existem, nos quadros da ativa, coronéis qualificados para assumirem o cargo. Claro que existem!! E são muitos!! É necessário registrar que os policiais da reserva deram importante contribuição ao estado; mas tentar buscar um oficial da reserva para comandar a PM de Rondônia é uma ideia que não se espera dos maiores inimigos da polícia. Esse fato mostra que o governador é ingrato! A PM possui tantos militares qualificados na ativa que não existe nenhuma secretaria do governo que não tenha militares nomeados. Para se ter uma ideia, a atual chefe da Casa Civil, nomeada pelo coronel ingrato, após o afastamento de Júnior Gonçalves, é esposa de um oficial da PM. Então vejamos, a esposa de um oficial da Casa Militar é chefe da casa Civil. Como Marcos Rocha não conhece a História do estado que governa, certamente ele não sabe que todos os governadores civis que passaram pelo cargo de goverandor sempre trataram a PM com o respeito que merece. Caso o governador não cumpra as promessas salarias que fez aos policiais, ele pode criar uma situação tão ruim a ponto de instituir na PM a ideia de que eleger coronéis para o governo é péssimo para a corporação. 

Aliás, o coronel Chrisóstomo, deputado federal, já gravou vídeo, dizendo que Marcos Rocha nunca comandou nenhum batalhão, quando era da ativa. Já que nunca deu grande contribuição à Polícia Militar de Rondônia, o governador bem que poderia tentar se redimir e cumprir os ajustes salarias que prometeu aos policiais. Alguém poderia se perguntar a razão pela qual eu publico este texto, já que não sou policial militar. A razão é simples: eu tenho respeito pela polícia do estado onde nasci e reconheço que é uma policia honesta e briosa. Como militares possuem restrições regimentais, tenho o dever de mostrar para os rondonienses a realidade e cobrar do coronel-governador respeito pela polícia que ele jamais comandaria como militar, pela falta de qualificação; mas que governa como político. Como conheço e tenho amizade com inúmeros policiais militares, sei da capacidade deles. Com relação aos coronéis da ativa, não tenho nenhuma dúvida de que eles possuem qualificação para comandar a PM de Rondônia; fato que se opõe à realidade do político Marcos Rocha. A forma como o governador trata a PM mostra claramente por que ele nunca foi escolhido para comandar nenhum batalhão... Tenho dito!!!

FRANCISCO XAVIER GOMES

Professor da Rede Estadual e Jornalista

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    luciano 25/05/2021

    Parabéns pela publicação, muito bem colocado.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook