Rondônia participa de feira internacional de turismo em Londres

A beleza histórica do Real Forte Príncipe da Beira, que encravado no coração da Floresta Amazônia, na região do Vale do Guaporé, fronteira com a República da Bolívia, é a maior edificação militar portuguesa construída fora da Europa (1.783), no Brasil Colonial

Cleuber Rodrigues Pereira Fotos: Daiane Mendonça e Setur
Publicada em 07 de novembro de 2019 às 16:29
Rondônia participa de feira internacional de turismo em Londres

O Forte Príncipe da Beira foi um dos pontos turísticos apresentados

Universo rico em história e em belezas naturais, o Estado de Rondônia teve participação marcante na Feira Internacional de Londres – World Travel Market London (WTM) -, de 4 a 6 de novembro, onde mostrou ao mundo, entre outros pontos turísticos, a beleza histórica do Real Forte Príncipe da Beira, que encravado no coração da Floresta Amazônia, na região do Vale do Guaporé, fronteira com a República da Bolívia, é a maior edificação militar portuguesa construída fora da Europa (1.783), no Brasil Colonial.

De acordo com a professora Gisele Louise Magalhães, gestora de Promoção e Divulgação da Superintendência de Turismo de Rondônia (Setur), que representou o Estado, o evento com espaço para apresentação e divulgação da riqueza turística de todo o Brasil Central, na verdade, foi uma vitrine para Rondônia mostrar ao mundo todo o seu potencial, que vai de um conjunto de obras e edificações de beleza e riqueza histórica, a exemplo do Real Forte Príncipe da Beira, da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e da Vila de Santo Antonio, até chegar ao ecoturismo, por exemplo, que utiliza os parques estaduais, as unidades de conservação e estações ecológicas como pontos importantes de exploração turística sustentável.

A representação da Setur na comitiva brasileira do Consórcio Brasil Central na feira internacional de Londres – World Travel Market London (WTM)

Ela falou da grandeza da feira de Londres, que reúne os maiores e melhores do mundo, e explicou que, no que diz respeito ao Brasil, a representação é feita por um grupo com as unidades da federação (estados) consorciadas do #BrCentral, que atuam integrados no evento (Excel London) para divulgar o novo Brasil e suas riquezas turísticas, sua potencialidade, como o Pantanal Sul e Norte, Bonito, Amazônia, Chapada dos Veadeiros, Brasília, Lençóis Maranhenses, Jalapão e Real Forte Príncipe da Beira, entre outros pelo Brasil não menos atrativos.

Especificamente sobre Rondônia (Amazônia), a gestora da Setur disse que há um interesse grande do movimento turístico internacional por alternativas diversificadas, como gastronomia, hotelaria e roteiros de selva com foco e discurso preservacionista, “que interessa bastante a Rondônia”, disse

A importante feira turística internacional que está em sua 40º edição apresentou aspectos importantes para o fortalecimento do turismo local, que passou a ser ainda mais reforçado, segundo Louise, com a liberação de vistos concedidos aos Estados Unidos (EUA), Canadá, Japão e Austrália, fato que contribui para divulgação de diferentes segmentos turísticos e aumento de visitantes no País, o que é bom para os negócios e para a economia de Rondônia e do Brasil.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook